Áreas de Atuação

 

 

 

 

 

 




  Mais Noticias [ + ]

Em um mundo cada vez mais dependente de produtos e prestações de serviços das mais diversas naturezas, é de suma importância que o consumidor fique atento em relação ao que compra e ao que contrata, para que seus direitos como consumidores sejam respeitados.

O IBRADEC recomenda alguns cuidados na aquisição ou contratação de produtos e serviços, sendo eles:
 

Ao comprar produtos

 

. Saiba onde está comprando, não se deixe levar por uma boa conversa ou um vendedor simpático, confira, na medida do possível, a idoneidade do estabelecimento fornecedor do produto;
 

. Antes de comprar, procure saber, pela internet ou por meio de técnicos, que venham a conhecer o produto desejado, sobre a qualidade, durabilidade e segurança do mesmo, para não haver futuras surpresas desagradáveis;

 

. Exija a nota fiscal, ela é a única garantia que comprova a sua relação de consumo com o fornecedor do produto, seja para requerer uma eventual troca do produto ou para quaisquer outros tipos de negociações;
 

. O certificado de garantia fornecido pelos fornecedores e/ou fabricantes é muito importante para o exercício da garantia, sendo necessária a sua apresentação quando o consumidor for utilizar as assistências técnicas;
 

. É de grande importância que o consumidor não utilize estabelecimentos não certificados pelo fabricante do produto para eventuais manutenções do mesmo, sob pena de perda da garantia;


. Ao adquirir produtos “não duráveis”, ou seja, os perecíveis, o consumidor deve atentar para a validade dos mesmos, devendo consumi-los dentro do referido prazo, evitando assim, eventuais danos a sua saúde, não podendo o fornecedor ser responsabilizado nos casos em que a validade do produto não foi observada.


 

Ao contratar serviços


 

. Atualmente é comum a presença dos contratos de adesão no mercado de consumo em geral, devendo o consumidor notar sua presença ao se deparar com o mesmo. Contratos de adesão são aqueles onde o consumidor atua como mero expectador das cláusulas, não podendo convencionar sobre elas, ou seja, as disposições são elaboradas unilateralmente pelo fornecedor.

 

. Leia atentamente o contrato que está assinando, pois caso no futuro você venha a discordar de alguma cláusula ou exigência presente no contrato e tida como abusiva, embora seja possível revertê-la, em muitas das vezes haverá um caminho mais longo a ser perseguido;

 

. Perceba se a fonte (tamanho da letra) usada para a digitação do contrato obedece às regras da legislação em vigor, devendo a mesma ser do tamanho 12.;
 

. Mesmo nos contratos de adesão, o consumidor tem o direito de pedir a exclusão de alguma cláusula que venha a considerar abusiva, não retirando, apesar disso, o caráter adesivo do referido contrato;

 

. Exija uma cópia do contrato que está assinando, é a sua garantia documental para poder requerer seus direitos presentes no mesmo em um eventual impasse;


. Caso o consumidor venha a detectar alguma cláusula abusiva em um contrato de adesão e não tenha resposta positiva sobre a remoção da mesma do presente contrato, deve se dirigir a um órgão ou entidade civil de defesa do consumidor para que sejam tomadas as medidas necessárias para a adequação do referido contrato à forma do Código de Defesa do Consumidor.
 

 

Em havendo a necessidade de mais esclarecimentos, intermediação, acompanhamento ou análises, o IBRADEC coloca-se à disposição de seus associados no intuito de evitar ou amenizar os efeitos lesivos nas aquisições de bens e serviços por parte dos mesmos.

 




IBRADEC – O CONSUMIDOR EM 1º LUGAR!